O cartão de visita ideal

Quantas vezes ouviste dizer: “O teu cartão de visita poderá ser a tua melhor ferramenta de marketing”?
Mas como é que um pedaço de cartão de 8x5cm poderá ser a melhor ferramenta de marketing de alguém?

Provavelmente será uma excelente ferramenta de marketing para o designer que o concebeu, mas muitos profissionais não são especialistas em design e apenas contam com o seu bom senso e gosto (ou falta dele).

Para criar um cartão de visita que se destaque é necessário conjugar um sem número de fatores: otimização do layout, atenção à escolha da tipografia (o que determinada fonte e tamanho poderá dizer a nosso respeito sem que o saibamos). E a lista continua passando pelas cores utilizadas, o tipo de papel e a gramagem.

Depois de decidido o aspeto que o cartão terá, devemos definir o conteúdo a incluir: mais informação ou menos, usar apenas uma face ou usar frente e verso?

E se ao fim de uns anos, os nossos cartões ainda andarem ‘por aí’ e já não nos identificamos com o EU ‘daquela altura’? Como alteramos essa imagem? O que está essa excelente ferramenta de marketing a fazer por nós, quando apenas queremos que desapareça?

Tantas dores de cabeça por causa de um papel de 8x5cm

Durante muito tempo, dependíamos exclusivamente da nossa presença em reuniões e o cartão de visita funcionava como uma lembrança desse encontro. Por isso era importante que o cartão conseguisse estimular os sentidos (visão e tacto) para ajudar a proporcionar boas recordações à pessoa que o recebeu.

Hoje em dia, as reuniões presenciais ainda pesam bastante na forma de fazer negócios e estabelecer relações comerciais, no entanto, a lembrança já não depende tanto do ‘papel de 5x8cm’. Muitas vezes, a lembrança é feita pela pegada digital que deixamos espalhada na internet, seja em sites, ou redes sociais.

Assim, se quisermos deixar uma boa recordação a quem nos conheceu, porque não facilitar um cartão de visita ideal, onde associaremos o cartão de visita tradicional a um cartão virtual que inclua a nossa informação digital.

No nosso cartão (de papel) deixaremos apenas o endereço oficial da nossa presença online, preferencialmente o nosso site: www.omeunome.com. No site, poderemos incluir uma breve apresentação, os links para as presenças sociais relevantes (Facebook, LinkedIn, Twitter, ou outros) e muito importante, uma secção de notícias/opiniões.

Notícias e Opiniões?

Sim, esta será a parte mais importante do teu cartão de visita ideal, enquanto o papel te apresenta em termos de forma, esta secção irá representar-te em forma de conteúdo.

Quando lemos vários artigos ou opiniões de alguém, ficamos a conhecer melhor do que apenas olhando para um papel de 5x8cm habilmente elaborado por um designer que (provavelmente) mal te conhece.

Não te deixes substituir por um cartão de 5x8cm, porque TU és a tua melhor ferramenta de marketing.

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador. Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.